segunda-feira, 13 de abril de 2015

Paralisação //

13.04.2015 - 22hs20 - Atualizado em 13.04.2015 - 22hs40

VERTENTES : CARTA ABERTA À COMUNIDADE ESCOLAR DA EREM GIL RODRIGUES

   Como é de conhecimento público, cerca de 45 mil professores da rede estadual de Pernambuco não terão aumento este ano. Alegando uma negociação que na verdade não houve, o Governo do Estado não cumpre a LEI FEDERAL do Piso do Magistério e debocha dos docentes negando-lhes um direito garantido por lei. Se a lei do PISO SALARIAL é para todos, sem distinção, porque ainda não foi cumprida? A categoria não aguenta mais tantas perdas em seus rendimentos ano após ano. Sabendo que a educação é um elemento importante na luta pelos direitos humanos e que os professores são agentes importantes nesse processo, acreditamos que a paralisação das nossas atividades em sala de aula é uma ação justa e necessária neste contexto de desvalorização e opressão.
      Nós, professores da EREM GIL RODRIGUES que aderimos à greve, acreditamos que a informação é a melhor arma contra o desrespeito ao trabalhador e, por esta razão, decidimos expor este comunicado à comunidade escolar com intuito de tornar pública e justificada nossa luta e nossa causa. Nossa intenção não é prejudicar o alunado, e desde já reiteramos o compromisso com a reposição dos dias letivos parados. Nosso objetivo é, ao contrário, pleitear a melhoria geral da educação estadual, o que significa viabilizar uma melhoria direta nas oportunidades educacionais e profissionais dos alunos e alunas.
     Diante do exposto, agradecemos o apoio que temos recebido do nosso corpo discente e ratificamos a necessidade do apoio de toda a comunidade escolar nesta luta cuja frente de batalha é corajosamente formada, no momento, pela classe trabalhadora, mas que certamente renderá frutos para todos.

Vertentes, 13 de Abril de 2015.

Professores grevistas da EREM Gil Rodrigues


Nenhum comentário:

Postar um comentário