domingo, 21 de junho de 2015

Política //



NA POLÍTICA, SERÁ QUE DINHEIRO REALMENTE COMPRA TUDO?

Ainda falta muito para as eleições municipais. Mas, Como diz o velho ditado: “Aonde dinheiro e peia for e não resolver é porque foi pouco.” Hoje é o que mais vemos principalmente no cenário político em cidades do interior de Pernambuco, quanto ao vai e vem do mundo das ‘celebridades’ políticas.
A mudança de opinião é um dos fatores que muda, realmente, o desejo de quem foi beneficiado e também provoca a revolta daqueles que defendem seu partido, bandeira ou nação, contrariando definitivamente o artigo 41-A da Lei das Eleições (Lei nº 9.504/1997).

CONFIANÇA - Como pode mudar de opinião, e passar a santificar quem há pouco tempo atrás por ele era considerado um verdadeiro “diabo”? Na política, existem três coisas que fazem com que uma dupla personalidade apareça de forma repentina: Decepção, traição e dinheiro.

MUDANÇA - Não adianta colocar na cabeça das pessoas algo que sirva de ‘marketing’ pessoal antecipado de uma possível pré-campanha. Na política é preciso ‘grupo’ para se conquistar resultado positivo nas urnas.

É TUDO MUITO REAL - O candidato que compra voto não tem responsabilidade com a sociedade. Ele só tem preocupação com o crescimento pessoal dele, e a sociedade precisa ser alertada para que isto não vire realidade nas próximas eleições.

Por Fernando Barbosa / Vertentes Hoje

Nenhum comentário:

Postar um comentário