sexta-feira, 29 de janeiro de 2016

Elucidação //




PRESO UM DOS ASSASSINOS DA PROFESSORA DENISE DE VERTENTES

Às 16h00 de ontem (28.01.16) foram localizados e presos em cumprimento à Mandados de Prisão, na Serra da Ladeira, zona rural de Ipubi, LUIZ GONZAGA DA SILVA e a esposa dele JOSEFA ROSA NASCIMENTO DE ANDRADE, ele foi preso pelo crime de latrocínio e ela pelo crime de receptação dolosa.
LUIZ GONZAGA e mais dois comparsas no dia 21.01.16, assassinaram à pauladas e por asfixia em Vertentes a professora de inglês aposentada Adenize Bezerra Correia de Araújo, (professora Denise), 63 anos, que residia na Avenida Coronel Braz, Centro de Vertentes, a vitima lutava contra um câncer de mama. 
Após o crime os elementos levaram  um carro, uma moto, dinheiro e jóias da vitima. 

Com o casal, a policia apreendeu o carro da vitima um Onix de placa OYY 5317, diversas joias e a quantia de R$ 568,00 reais em espécie, (parte do dinheiro subtraído da casa da professora), que estavam em poder da acusada.  

vitima: Professora Denise
Foram conduzidos à delegacia de Ouricuri, após os procedimentos legais, LUIZ GONZAGA,  foi recolhido à cadeia de Ouricuri e JOSEFA ROSA à Colônia Penal de Buíque.

A policia segue à procura dos outros dois assassinos.
Fonte : Arlete Santos

Investigação //




POLÍCIA CIVIL ELUCIDA HOMICÍDIO DA PROFESSORA DENIZE.
Na delegacia, casal confessou a participação no crime.

Uma operação conjunta das polícias civil e militar conseguiu prender os autores do crime da professora Denize. O casal foi Capturado em Ipubí,  município do Sertão de Pernambuco. O taxista Luiz Gonzaga da Silva foi preso e confessou participação no crime de morte que comoveu toda a população de Vertentes e região. O policiamento da GT cumpriu o mandado de prisão na serra da ladeira, zona rural de Ipubí, por volta das 18hs, desta quinta (28). O caso segue em investigação e a Polícia procura por outros acusados de participar do assassinato da professora.  
O crime que aconteceu no último dia 21 de Janeiro chocou toda a população de Vertentes e cidades que integram o polo de confecções, onde na ocasião, a professora Denize foi morta de maneira brutal. Segundo polícia, pelo menos três pessoas estariam envolvidas e vitimaram a educadora através de pauladas e asfixia.
A educadora,era aposentada, residente no município de Vertentes, Agreste de Pernambuco e lutava contra um câncer de mamas.

Por Fernando Barbosa